Iguaracy: em plena pandemia professores tem redução nos salários, já o do prefeito chega a quase 21.000

A crise econômica ocasionada pela pandemia não atingiu o bolso do prefeito de Iguaracy, do vice e de seu secretariado. Pelo contrário: houve aumento substancial em relação ao que ganhavam no ano anterior.

Em janeiro deste ano, o prefeito José Torres Filho, conhecido como Zeinha (PSB), passou a ganhar R$ 20.962,28, um aumento de 18% em relação aos vencimentos em novembro e dezembro de 2020 (R$ 17.187,83). Já o líquido, ou seja, o valor que resta depois de todos os descontos, saltou de R$ 9.436,55 para R$ 15.321,00.

O vice-prefeito Pedro Alves também teve um acréscimo na remuneração: saiu de R$ 8.593,00 para R$ 10.481,14. Já os secretários saíram da faixa de R$ 4.927,18 para R$ 6.009,19. Chama atenção também o fato de o chefe de gabinete passar a receber a mesma quantia. Antes, ele estava lotado na Gerência de Transporte e Abastecimento, onde ganhava R$ 2.800. Seu salário mais que dobrou. (Magno Martins)

Já os professores do município tiveram uma "surpresinha" ao sacarem seus salários do mês de março, um desconto maior que o previsto, descontos estes que eram de 11% e passaram a 14%.

Alguns servidores chegaram a desabafar em redes sociais, pedindo respeito e valorização.

Com a palavra o prefeito Zeinha.

Ajude o projeto Mais Pajeú a se manter: CLIQUE AQUI
Siga o Instagram de Romero do Mais Pajeú: CLIQUE AQUI
Siga o Instagram do blog: CLIQUE AQUI
Siga nossa página no Facebook: CLIQUE AQUI e AQUI
Siga nosso canal no YouTube: CLIQUE AQUI



Postar um comentário

0 Comentários